29 de junho de 2009

Escola Americana é reconhecida

Postado por Fabio Ritter

Quem acompanha o Guarda-Metas.com desde o início deve se lembrar que sempre que pude trouxe referências de outras escolas estrangeiras de goleiros. Sempre falei na escola amanhã, a precursora em treinamentos de goleiros, falei também da espanhola, vivendo um grande momento atualmente, e também trouxe outras escolas, como a italiana e também a americana. Os ianques, talvez por serem experts em esportes com a mão, como basquete e futebol americano, desenvolveram bons goleiros ao longo do tempo, como Tony Meola, Kasey Keller e agora Tim Howard.

As grandes atuações de Howard, há um bom tempo na Premier League Inglesa, lhe renderam a luva de ouro da Copa das Confederações vencida pelo Brasil, ontem. O goleiro do Éverton teve novamente uma boa atuação, sem culpa nos gols. Mas a grande partida do goleiro foi a diante da Espanha que marcou a vitória histórica americana. Dessa forma, por ser tão exigido e correspondido nessa competição, Howard recebeu o prêmio de melhor goleiro.
Não que Júlio César e Casillas não sejam melhor que Howard. É claro que o são. No entanto, o goleiro americano foi o que mais teve intervenções importantes na Copa das Confederações. Uma boa comprovação de que se pode retirar algo dessa escola de goleiros. Prometo continuar levando algumas técnicas e jogadas dos goleiros ianques.
Veja o compacto do jogo e as intervenções de Howard abaixo: