21 de julho de 2010

Fundamentos Campus Torwart.de 2010

Postado por Fabio Ritter

Conforme prometido, trago aqui alguns ensinamentos que achei interessante destacar do Campus Torwart.de 2010. Foi muito enfatizado o posicionamento correto para um determinado tipo de defesa. Como mostra o desenho abaixo, pode-se resumir em dois, os principais posicionamentos de preparação para a defesa.

Repare que a base do goleiro é sempre formada por um tronco inclinado para a frente, pernas inclinadas na mesma angulação, pés apoiados na ponta dos dedos, joelhos na linha dos ombros. O que muda nos dois posicionamentos citados é o quadril, que pode estar mais abaixo em uma situação 1 vs.1, e a palma das mãos que estará voltada para a frente no posicionamento II e de frente para a outra no posicionamento I.

Os pés apoiados na ponta dos dedos servirá como alavanca para a impulsão do goleiro. Me foi corrigido diversas vezes este detalhe. Notei a diferença entre fazer a queda lateral impulsionando com o pé todo no chão e apenas com a ponta. Ganha-se muito mais impulsão quando se está na ponta dos pés.

Outro detalhe no movimento de defesa foi o deslocamento dos joelhos. Deve-se sempre impulsionar com o joelho do lado onde se vai cair. Se a queda é lateral para a esquerda, o primeiro passo é com o pé esquerdo angulado o joelho em direção à bola. O joelho no momento da queda deve ficar voltado exatamente para onde está a bola.

Para finalizar, no caso do posicionamento II, deve se utilizá-lo quando o atacante está cara a cara. Os joelhos devem estar na linha do ombro para a bola não passar pelo meio das pernas. Os braços devem estar ao lado do corpo com as mãos a uma altura do chão suficiente para a bola não passar sob elas.

Esses tipos de detalhes muitas vezes passam desapercebidos no trabalho do dia a dia. Cabe ao treinador prestar atenção a estes aspectos, pois são detalhes como esses que podem fazer o goleiro defender ou não a bola. Quanto mais detalhista for o treinador melhor, pois a probabilidade de erro será reduzida.